Foi detido, esta quarta-feira, um dos traficantes mais procurados do Brasil: Rogério Avelino da Silva, conhecido como Rogério 157 -, naquele que foi um dos maiores golpes ao crime organizado do Rio de Janeiro.

A detenção contou com a participação de, aproximadamente, 3 mil militares e com o apoio das Forças Armadas, Força Nacional e Polícia Federal. 

Enquanto alguns militares cercavam algumas favelas, as autoridades policiais entraram nas ruelas e apanharam o chefe máximo do tráfico de drogas da Rocinha, que também está acusado de lavagem de dinheiro, extorsão e homicídio.

O momento da captura foi gravado pela polícia e partilhado na conta oficial do Twitter da Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro (SESEG). 

Esta não é, no entanto, a única partilha nas redes sociais com Rogério 157, já que estão a circular na Internet várias fotos da Polícia Civil a posar e a sorrir ao lado do criminoso, causando polémica no Brasil.

 As fotografias foram já criticadas por outros membros da polícia.

Reprovo, não acho certo. Mas os excessos serão corrigidos (...) Os polícias estavam numa adrenalina. Vão responder na Corregedoria", afirmou o delegado Gabriel Ferrando, que, segundo a imprensa local, também tirou uma selfie com Rogério.