Um grupo de piratas informáticos alegadamente apoiante do autoproclamado Estado Islâmico atacou a página de Internet do aeroporto internacional de Hobart, na ilha da Tasmânia, publicando um texto de apoio aos jihadistas.

A polícia informou que o texto não lança qualquer ameaça contra as instalações ou operações aéreas.

«As investigações mostram que foram colocadas mensagens idênticas em portais de todo o mundo desde 2014», segundo fontes da polícia australiana citadas pelo diário «Sydney Morning Herald».

A página de Internet do aeroporto internacional de Hobart continuava encerrada na manhã desta segunda-feira.