O presidente ucraniano, Petro Porochenko, dissolveu esta segunda-feira o parlamento, convocando eleições antecipadas para 26 de outubro.

«Eu decidi prematuramente por fim aos poderes do Parlamento», refere o sítio oficial do presidente ucraniano.

A decisão do presidente era esperada, depois do fim da coligação governamental no parlamento e após o empenho de Porochenko, a 1 de agosto, em convocar eleições legislativas para o outono e não para 2017, como estava inicialmente previsto.