Um tribunal de Carachi, no sul do Paquistão, ordenou hoje ao governo para levantar a proibição de viajar para o estrangeiro imposta ao antigo Presidente Pervez Musharraf dentro de duas semanas, anunciou o seu advogado.

«O tribunal acedeu ao nosso pedido e ordenou a retirada do nome do senhor Musharraf da lista de pessoas impedidas de sair do país. A ordem deverá ser executada dentro de 15 dias», revelou o seu advogado Farogh Naseem, em declarações à agência AFP.

O hiato entre a decisão judicial e a sua aplicação «dará tempo ao governo para interpor recurso da decisão junto de um tribunal superior se assim o desejar», acrescentou.