O guineense Carlos Schwarz, diretor executivo da Ação para Desenvolvimento (AD), morreu esta terça-feira, em Lisboa, segundo noticia a própria organização não-governamental, na sua página na internet.

Mais conhecido como «Pepito», nascido em 1949, Carlos Schwarz foi deputado à Assembleia Nacional e ministro do Equipamento Social no governo de unidade nacional guineense, após o conflito político-militar de 1998/99.

Nos primeiros anos da independência da Guiné, foi coordenador do DEPA (Departamento de Experimentação e Pesquisa Agrícola), instituição do Ministério da Agricultura, que promoveu as boas práticas agrícolas junto da população camponesa.