Pep Guardiola vai candidatar-se a deputado num gesto simbólico pela independência da Catalunha. O antigo treinador do FC Barcelona e atual do Bayern de Munique, faz parte da lista da coligação Convergência e Esquerda, uma coligação de vários movimentos e partidos independentistas para as eleições de 27 de setembro na Catalunha.
 
Segundo o jornal El País, Guardiola ocupará o último lugar da lista encabeçada por Raul Romeva, eurodeputado ecologista.

O antigo futebolista considera que a participação na lista é a melhor maneira de mostrar o seu apoio ao processo de independência. No entanto, se for eleito, não pretende ocupar o lugar de deputado no Parlamento, ou seja, não irá abandonar o seu trabalho de treinador.

Guardiola tem estado mostrado apoio público à independência da Catalunha.