O caseiro da família dos avós de uma menina de três anos que alegadamente violou a criança no domingo, foi atacado por três pessoas que cortaram o pénis e três dedos ao homem de 66 anos.

Os factos ocorreram numa zona rural do Brasil, em Severínia, no interior de São Paulo.

Levado para o hospital, o homem não perdeu os sentidos apesar dos ferimentos, mas os médicos não conseguiram coser o órgão genital nem os dedos.

De acordo com a «Record», há fortes indícios de que a menina foi de facto violada, de acordo com a mãe que se apercebeu logo do comportamento estranho da criança quando regressou a casa. No entanto, a polícia aguarda o resultado do relatório do Instituto de Medicina Legal, para se pronunciar sobre a suspeita de violação.

As autoridades ainda não detiveram nenhum dos agressores, mas suspeitam de familiares da menina que terão feito justiça pelas próprias mãos.