O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu esta quarta-feira a unidade de Espanha, ao ser questionado pela imprensa espanhola sobre o debate relativo à independência da Catalunha, no final de um encontro com o chefe de governo espanhol, em Bruxelas.

Passos Coelho e Mariano Rajoy tiveram um curto encontro bilateral antes do início da cimeira extraordinária de chefes de Estado e de Governo da União Europeia que se celebra esta quarta-feira em Bruxelas para discutir a crise de refugiados, para "trocar opiniões e discutir posições", segundo fontes diplomáticas.

Apesar da indicação de que não haveria declarações, no final do encontro a imprensa espanhola teve a oportunidade de perguntar ao primeiro-ministro português a sua opinião sobre um cenário de independência da Catalunha, tendo Passos Coelho defendido, ao lado de Rajoy, a unidade de Espanha e advertido para as consequências para os catalães de uma eventual independência.