Uma jovem de 21 anos deu à luz uma bebé, no meio do cenário de destruição causado pelo tufão Haiyan, nas Filipinas. A menina nasceu num complexo de um aeroporto destruído. O local foi transformado num centro médico improvisado.

A «maca» resumia-se a um pedaço de madeira no meio do pó, vidros partidos, metais, pregos e outros destroços.

A mulher tinha sido encontrada pelo marido a flutuar entre os destroços. O parto correu bem e foi feito por um jovem médico militar.

A bebe chama-se «Bea Joy», o nome da avó que está desaparecida.