O Partido dos Trabalhadores (PT), dos ex-Presidentes Lula da Silva e Dilma Rousseff, foi o principal derrotado na primeira volta das eleições municipais do Brasil, que decorreram no domingo.

Entre as 26 capitais estaduais, o partido apenas conseguiu ser eleito para governar Rio Grande, do pequeno estado do Acre. Na segunda volta, agendada para 30 de outubro, o partido irá disputar ainda a presidência da câmara municipal do Recife.

Nesta primeira volta, numa altura em que a maior parte dos resultados estão apurados, o partido conta com 251 presidências de câmara, menos de metade das que conquistou no final das duas voltas em 2012 (635), descendo do terceiro para o décimo partido mais votado.

Na primeira volta das eleições municipais do Brasil foram registadas 236 detenções de candidatos e 1.726 de outros cidadãos, de acordo com dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Entre as ocorrências que não terminaram em detenções, 147 foram entre candidatos e 1.705 envolveram outros cidadãos.

Em causa esteve, sobretudo, a chamada "boca de urna", prática de fazer propaganda próximo dos locais de voto.