raide de quarta-feira“crivado de balas”




“Três pessoas morreram no assalto, incluindo Abaaoud. (…) A identificação de duas delas não é conhecida ainda”, diz o comunicado da procuradoria, especificando que a identidade de Hasna Aitboulahcen não foi ainda formalmente reconhecida. 


Le Monde