Visitar Paris e não fotografar a Torre Eiffel parece impensável, mas os turistas têm sido alertados para não o fazerem à noite. As iluminações do monumento estão protegidas por direitos de autor, o que torna ilegal a reprodução da «obra de arte».

Esta restrição tem em vista a proteção do artista responsável pela estrutura de iluminação, que torna o símbolo francês mais atrativo pelo correto posicionamento dos canhões de luz.

Assim, a partilha das imagens em redes sociais pode estar sujeita a coima, assim como a sua utilização com fins comerciais.
 


Segundo o  site oficial do monumento parisiense, nestes casos, é necessário efetuar um requerimento à «Société d'Exploitation de la Tour Eiffel». Na página é sublinhado, no entanto, que a captação de imagens diurnas não tem qualquer restrição legal.
 
Segundo o jornal britânico «Daily Mail», as diretrizes de 2001 da União Europeia indicam que fotografar monumentos arquitetónicos em espaços públicos  é gratuito, mas trata-se de uma cláusula opcional, e França é um dos países que decidiram não adotar essa indicação, assim como a Bélgica e Itália.