Um homem foi informado pelos médicos que tinha apenas 30 minutos para viver, depois de ter sido descoberta uma ténia no seu cérebro. O parasita tinha-se multiplicado e foi necessária uma operação de emergência para tentar salvar o jovem.

Luis Ortiz tem apenas 26 anos de idade, mas já pode afirmar que apanhou o susto da sua vida. O jovem deslocou-se ao centro médico de Queen of the Valley, na Califórnia, EUA, depois de terem começado “as piores dores de cabeça” que alguma vez tinha sentido.

Depois de vários exames, os médicos descobriram que Luis tinha uma ténia no cérebro. Informaram-no então que tinha apenas apenas 30 minutos de vida.

Contudo, tentaram ainda fazer uma cirurgia de emergência. De acordo com o The Independent, o cenário que encontraram quando começaram a operar era ainda pior do que tinham previsto. O parasita tinha-se multiplicado e o jovem tinha saco de larvas dentro do cérebro, o que fez com que o órgão criasse um quisto.

Contra todas as expectativas, a operação correu bem e Luis conseguiu recuperar totalmente, apesar de ter ainda alguns problemas de memória.
 

“O médico tirou-as e disse que ainda estavam a mexer-se... Quais eram as probabilidades de ter um parasita na cabeça?”.


Na realidade, este não é um acontecimento raro. A presença de parasitas, como ténias e lombrigas, é comum no organismo dos humanos. Grande parte das vezes são causadas pela ingestão de carne de porco, vaca ou peixe contaminada.