As autoridades paquistanesas executaram dez condenados à morte, o número mais elevado num só dia após o levantamento da moratória sobre a pena de morte que estava em vigor desde 2008, informaram autoridades à AFP.

Dois condenados foram enforcados em Karachi, no sul, outros dois em Rawalpindi (no norte), cidade vizinha da capital Islamabad, e outros seis no centro da província de Punjab, no leste do país, precisaram as fontes da AFP, elevando para 37 o número de execuções realizadas no Paquistãi desde meados de dezembro.

As autoridades paquistanesas suspenderam parcialmente a moratória em casos de condenados à morte por atos terroristas, na sequência do ataque dos talibãs contra uma escola de Peshawar (noroeste), que causou 153 mortos, em meados de dezembro passado.