Um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter sacudiu esta quarta-feira as águas a este da papua Nova Guiné sem que, para já, tenham sido reportadas vítimas ou declarado alerta de tsunami.

O sismo ocorreu às 14:20 (05:20 em Lisboa) e o seu hipocentro foi localizado a um metro de profundidade e a 94 quilómetros a sudoeste de Panguna, na Papua Nova Guiné, revelou o Serviço Geológico norte-americano, que regista a atividade sísmica em todo o mundo.

A ilha de Nova Guiné, cuja metade ocidental faz parte do território indonésio, está assente no chamado «Anel de Fogo do Pacífico», uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica que anualmente é atingida por cerca de 7.000 sismos, a maioria moderados, noticia a Lusa.

Outros dois sismos, com magnitudes de 3,7 e 4,1 na escala de Richter, sacudiram terça-feira o oceano Pacífico junto ao Panamá, sem causar vítimas ou danos, de acordo com o Instituto de Geociências (IGC) da Universidade do Panamá.

O primeiro terramoto, de magnitude 3,7, foi registado às 03:24 (09:24 de Lisboa), a 76 quilómetros da cidade de Santiago, capital da província de Veraguas, localizada a cerca de 252 quilómetros a oeste da capital.

O sismo teve uma profundidade de 5,8 quilómetros, de acordo com um relatório publicado no sítio do instituto na internet.