O papa Francisco pediu hoje aos mais de 150 líderes mundiais que participam na Cimeira do Clima (COP21), em Paris, que concentrem os seus esforços em “atenuar o impacto das alterações climáticas, combater a pobreza e favorecer a dignidade humana”.
 

“Pelo bem da casa comum, de todos nós e das futuras gerações, em Paris, cada esforço deveria estar dirigido a atenuar o impacto das alterações climáticas e, ao mesmo tempo, a combater a pobreza e a favorecer a dignidade humana”, disse Jorge Bergoglio, a partir da varanda do Vaticano, referindo-se à Cimeira do Clima (COP21), que decorre na capital francesa.


Declarações feitas depois da oração do Angelus, durante a qual o papa Francisco fez referência à sua encíclica ‘Laudato si’, sobre a proteção do meio ambiente.