O Papa Francisco pediu o fim da pena de morte.

No Vaticano, e perante os milhares de fiéis que se juntaram na praça de São Pedro, Francisco apelou a que não haja execuções no Ano Santo, que se prolonga até 20 de novembro.

"Que nenhuma sentença seja executada", pediu o Sumo Pontífice aos católicos.

O Papa pediu ainda à comunidade internacional para que termine definitivamente com a pena de morte, defendendo que também os criminosos gozam do direito inviolável à vida.

A falar a partir da janela do palácio apostólico, o líder da igreja católica sustentou que o jubileu extraordinário da misericórdia é uma ocasião propícia para promover no mundo formas mais maduras de respeito pela vida e pela dignidade das pessoas.