O papa Francisco convidou os peregrinos que se encontravam na praça de São Pedro, em Roma, a renovar a devoção à Virgem de Fátima e pediu que rezassem uma Avé Maria em Português.

Segundo uma nota de imprensa do santuário, esta quarta-feira de manhã, na audiência geral das quartas-feiras, o papa Francisco dirigiu uma saudação “a todos os peregrinos de língua portuguesa, particularmente as várias paróquias e grupos do Brasil”.

“Neste dia de Nossa Senhora de Fátima, convido-vos a multiplicar os gestos diários de veneração e imitação da Mãe de Deus. Confiai-Lhe tudo o que sois, tudo o que tendes e, assim, conseguireis ser um instrumento da misericórdia e ternura de Deus para os vossos familiares, vizinhos e amigos”, disse o papa, citado pela sala de imprensa do santuário.

A instituição adianta que, após a tradução destas palavras e num gesto não previsto, Francisco dirigiu-se ao sacerdote português que tinha acabado de ler o seu texto pedindo-lhe que, “neste dia da Nossa Senhora de Fátima, reze em português uma Avé Maria a Nossa Senhora”, acrescenta o santuário.

O papa Francisco confirmou no dia 25 de abril ao bispo de Leiria-Fátima, António Marto, que tenciona deslocar-se a Fátima em maio de 2017.

Numa informação enviada à agência Lusa, a diocese anunciou que, em audiência privada, em Roma, o papa Francisco confirmou a António Marto que, “‘se Deus [me] der vida e saúde’ quer estar na Cova da Iria para celebrar o centenário das aparições de Fátima”.

A peregrinação internacional aniversária de maio ao Santuário de Fátima, que hoje termina, é presidida pelo arcebispo de Aparecida, o cardeal Raymundo Damasceno Assis.

Segundo o santuário, para esta peregrinação de 12 e 13 de maio, 98 anos após os acontecimentos na Cova da Iria, inscreveram-se 164 grupos de cerca de 30 países, destacando-se entre eles os peregrinos do Brasil, sobretudo uma comitiva de 400 pessoas de Aparecida.

Os santuários de Fátima, no distrito de Santarém, e da Aparecida, Brasil, assinalam em 2017, respetivamente, o centenário das aparições e o tricentenário da descoberta da imagem de Nossa Senhora da Conceição em Aparecida, tendo as comemorações conjuntas começado há um ano.

Na conferência de imprensa que antecedeu o início da peregrinação ao santuário, na terça-feira, o arcebispo de Aparecida, Raymundo Damasceno Assis, lembrou que, em 2013, quando o papa Francisco esteve no templo brasileiro por ocasião das Jornadas Mundiais da Juventude, despediu-se dos fiéis dizendo “até 2017”.

“Esperamos que o papa realmente tenha saúde, disposição física para poder vir aqui a Fátima e nós também o desejamos no Brasil”, afirmou, observando que “não há perigo de coincidir as datas” em 2017, pois a deslocação a Fátima está prevista para maio, enquanto no Santuário de Aparecida as grandes celebrações ocorrem a 12 de outubro.