O papa Francisco pediu esta quinta-feira aos novos bispos que tentem recuperar os católicos "que abandonaram" a Igreja Católica por desilusão ou por a considerarem "demasiado exigente".

O papa apelou aos bispos, nomeados no último ano, para que "vão ao encontro" das pessoas que descreveu como "batizados que não vivem as exigências do batismo" e que lhes "perguntem discretamente" o que aconteceu.

"Não se mostrem indignados com as suas dores ou desilusões", pediu Francisco aos novos bispos, numa cerimónia na sala Clementina do Palácio Apostólico no Vaticano.

"Não foram poucos aqueles que se afastaram, criticando as nossas fraquezas", disse, sobre as pessoas batizadas não-praticantes.

O papa convidou os bispos "a ouvir" essas pessoas, com uma atitude "humilde e interessada no seu bem-estar, até que abram os olhos" e "possam voltar àquele de quem se afastaram".