O Papa Francisco celebrou este domingo, pela primeira vez no seu pontificado, o casamento de vinte casais romanos, escolhidos por indicação do pontífice para formarem uma amostra representativa de casais dos tempos atuais. Entre eles há pais solteiros e noivos que já viviam em união de facto. A escolha dos casais está a gerar polemica na ala mais conservadora do Vaticano.

A celebração destes casamentos no Vaticano ocorre a três semanas do início do sínodo previsto de 5 a 19 de outubro, durante o qual 253 bispos, delegados e especialistas de todo o mundo, incluindo 114 presidentes de conferências episcopais, vão debater os desafios da família e do casamento religioso.

As tensões são vivas e a capacidade do Papa Francisco para as ultrapassar é vista como um teste para ao pontificado, refere a AFP.