O Papa Francisco apelou este domingo ao “esforço de todos” para combater a “praga aberrante” do tráfico de pessoas, que considerou uma "forma moderna de escravidão".

No dia em que se assinala o Dia Mundial Contra o Tráfico de Seres Humanos, o pontífice afirmou, perante milhares de fiéis, que assistiram à oração do Angelus na Praça de São Pedro, no Vaticano, que se trata de uma “praga aberrante” e “criminosa”.

O Papa Francisco sublinhou que “todos os anos milhares de homens, mulheres e crianças são vítimas inocentes de exploração laboral e sexual e do tráfico de órgãos”.

Parece-me que estamos acostumados a considerá-lo uma coisa normal, e isso é mau, é cruel e criminoso", vincou.

Por isso, “quero apelar ao esforço de todos para combater adequadamente esta praga aberrante, uma forma de escravidão moderna", pediu Jorge Bergoglio