Um total de 18 mil polícias vai garantir a segurança durante a vista do papa Francisco ao Equador, programada para os dias 06, 07 e 08 de julho, informou hoje o ministro do Interior do país, José Serrano.

O ministro acrescentou que nos trabalhos de segurança vão também intervir 400 agentes do Grupo de Operações Especiais, 200 membros dos Grupos de Intervenção e Resgate, 150 da Unidade Canina e 100 agentes a cavalo, sendo ainda afetos seis helicópteros.

O papa visitará as cidades de Guayaquil e Quito, com os pormenores da visita a serem revelados em maio.