As autoridades espanholas anunciaram esta terça-feira a detenção de um homem de nacionalidade marroquina, em Pamplona, que alegadamente se preparava para viajar para a Síria para se juntar ao Estado Islâmico.

O Ministério do Interior espanhol informou que o detido, de 32 anos, também fazia propaganda ao grupo de radicais no estabelecimento hoteleiro onde trabalhava.

Segundo o comunicado do ministério, divulgado esta terça-feira, foi detido “um cidadão marroquino de 32 anos, residente em Pamplona, que tinha dado início a preparativos para viajar para a Síria, com a intenção de se unir às fileiras do DAESH [Estado Islâmico]”.

O Estado Islâmico, recorde-se, reivindicou os atentados em Paris, que fizeram 130 mortos e chocaram o mundo a 13 de novembro.

Desde então, os países europeus têm reforçado as medidas de segurança e apertado a caça a eventuais ameaças terroristas.