Uma mulher quase foi apanhada pelas chamas de um incêndio em Cold Spring, no estado do Colorado, nos Estados Unidos, para tentar salvar os seus cavalos. Pam Harrington começou a sentir o cheiro a fogo e rapidamente montou um dos animais, para os salvar da tragédia. O desfecho foi feliz e nem Harrington, nem os cavalos ficaram feridos.

Em declarações à CBS4, a mulher norte-americana disse que começou por sentir um forte cheiro a fumo e que se fosse confrontada novamente com a situação, voltaria a ter a mesma atitude:

Eu percebi que algo estava a acontecer" e que "tínhamos que abandonar o local imediatamente”, explicou a Harrington, acrescentando que “a única solução era ir buscar os animais. Não havia outra opção.”

Pam Harrington sempre teve uma ligação especial com os cavalos, principalmente com Sunny, que já está com ela há 11 anos, e Abbie, que pertence à filha.

O incêndio começou a tomar grandes proporções e as chamas rapidamente se dirigiram à propriedade de Harrington. Quando ela percebeu que a única solução era abandonar o local, montou montou o cavalo Sunny e fugiu às chamas, com Abbie - um pónei - atrás amarrada por uma corda.

No entanto, o percurso, com menos de dois quilómetros, foi uma verdadeira aventura:

Conforme eu avançava, o fumo era mais intenso”, mas de um momento para o outro "o fumo levantou e eu percebi que tinha as chamas mesmo à minha frente”, explica Harrington.

A norte-americana percebeu que a única solução era correr:

Quando me apercebi, havia fogo em todo o lado à minha volta. Estava tudo em chamas.”

No entanto, esta história de coragem teve um final feliz: os cavalos conseguiram manter a calma e, em conjunto, solucionaram o problema e encontraram uma saída.

Os cavalos e Harrington saíram ilesos e a propriedade de família da norte-americana ficou a salvo, ao contrário das restantes casas na vizinhança. O incêndio no Colorado consumiu mais de cinco mil hectares.