Milhares de tubarões deram à costa numa das praias mais movimentadas de Palm Beach, no estado norte-americano da Florida. O insólito foi captado por Stephen Kaijura, professor no Departamento de Ciências Biológicas da Universidade Atlântica da Florida (FAU - Florida Atlantic University), que fazia um voo de pesquisa na altura.

 

 

A espécie, identificada como galha-preta (Carcharhinus limbatus), pode medir até três metros e alimenta-se de peixe, pelo que não há risco aparente para os humanos. O fenómeno de migração leva o animal a deslocar-se para águas quentes à procura de alimento.

"Estes tubarões são muito assustadiços, assim que alguém entra na água, eles espalham-se e fogem", declarou Stephen Kaijura à Time.

O professor e líder do projeto Shark Migration (migração de tubarões) da FAU, explicou também que a deslocação era esperada em janeiro, mas  aconteceu mais tarde do que o normal.

 

 

Em declarações à televisão local CBS12, o professor contou que os tubarões estão tão perto da costa "que se pode atirar uma pedra e literalmente acertar num tubarão."

 

Lucky paddle boarder (lower left) about to encounter hundreds of sharks. #shark #blacktip #sharkmigration @colganfoundation

Posted by FAU Shark Migration on  Friday, 12 February 2016

 

As fotografias e os vídeos que foram partilhados nas redes sociais correm o mundo inteiro.