O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, aconselha israelitas e palestinianos a «afastarem-se do precipício» e regressarem à mesa das negociações antes que seja demasiado tarde.

«Os povos israelitas e palestinianos partilham um destino comum em terra comum. Está fora de questão suprimir uns ou outros», sublinhou Ban Ki-moon ao discursar perante um comité da ONU sobre os direitos dos palestinianos.

Na ocasião, apelou a «todas as partes para que se afastem do precipício e encontrem o caminho da paz antes que faltem a esperança e o tempo».

O secretário geral das Nações Unidas também comentou o ataque suicida que causou 60 mortos e dezenas de feridos no Afeganistão, o qual considerou «abominável».

O ataque aconteceu durante um jogo de voleibol, na província de Paktika.

Através de um porta-voz, Ban Ki-moon transmitiu condolências às famílias dos mortos e feridos e expressou «firme solidariedade para com o povo do Afeganistão», que não se deixará «intimidar por ataques deste tipo».

O secretário-geral considerou o atentado perpetrado durante um evento desportivo «uma grave violação da lei afegã e internacional», esperando que os responsáveis sejam levados à justiça rapidamente.