A polícia fronteiriça de Israel matou, esta sexta-feira, uma mulher palestiniana que tentou atropelar vários agentes na zona de West Bank, um novo episódio da violência contra as forças de segurança e civis que se arrasta já há doze semanas naquela região.

Segundo a agência Reuters, as autoridades israelitas e civis armados já mataram pelo menos 126 palestinianos, em incidentes similares contra a polícia ou civis israelitas. Pelo menos 20 israelitas e um norte-americano foram mortos em ataques como este, ou em esfaqueamentos nas ruas.

Também hoje, mas junto à fronteira com a Faixa de Gaza, a polícia abriu fogo sobre vários palestinianos que atiravam pedras às autoridades a partir do outro lado da fronteira, matando pelo menos um dos insurgentes.

Ainda segundo a Reuters, as autoridades dispararam sobre vários palestinianos que tentaram danificar o gradeamento da fronteira, atirando pedras ou pneus a arder.

(Foto de arquivo)