As forças israelitas detiveram 597 palestinianos, em agosto, na Cisjordânia e em Jerusalém-Oriental, elevando a mais de sete mil o número de palestinianos detidos nas prisões israelitas, anunciou a Sociedade de Presos Palestinianos.

A maior parte destas detenções ocorreu em Jerusalém-Oriental e na cidade de Hebron, no sul da Cisjordânia, precisou a Sociedade, com sede em Ramallah, em comunicado.

Vários palestinianos foram detidos à margem de manifestações de apoio à população da Faixa de Gaza, depois de terem terminado os 50 dias da operação israelita «Margem Protetora».

Desde meados de junho e do lançamento de uma vasta campanha de detenções, após o sequestro e homicídio de três israelitas, mais de dois mil palestinianos foram detidos pelas forças israelitas, acrescentou a Sociedade.