O exército israelita matou hoje um palestiniano na Faixa de Gaza, a primeira vítima desde que há três meses israelitas e palestinianos assinaram um acordo de cessar-fogo no território, indicou hoje o ministério da Saúde.

O porta-voz do ministério da Saúde, Ashraf al-Qudra, citado pela agência France Presse, precisou que o homem, de 32 anos, estava a trabalhar no campo quando foi atingido, pelas costas, por uma bala.

Segundo Qudra, a bala terá sido disparada de uma torre de observação do exército israelita próximo fronteira com a Faixa de Gaza.