Um bebé palestiniano de 18 meses morreu e os seus pais ficaram feridos na madrugada desta sexta-feira, vítima de um incêndio na sua casa, provocado por israelitas na Cisjordânia, informaram as forças de segurança palestinianas.

Quatro israelitas pegaram fogo à casa, na localidade de Doma, perto de Nablus, e marcaram as paredes com graffiti antes de fugirem do local, segundo as autoridades.

O ministro da Defesa israelita Moshe Yaalon já se pronunciou sobre o incêndio provocado por colonos israelitas, considerando-o “um ato de terrorismo”.

“O fogo e a morte do bebé palestiniano foram um ato de terrorismo. Não vamos permitir que terroristas tirem a vida a palestinianos”, afirmou Yaalon, em comunicado, após o ataque.