A maioria dos bascos (62 por cento) está a favor de um referendo sobre a eventual independência de Espanha através de uma consulta que teria como resultado um empate técnico entre o sim (35 por cento) e o não (34 por cento).
 
Os dados do Euskobarómetro, estudo que a Universidade do País Basco realiza semestralmente, foram apresentados esta sexta-feira em Bilbau com base em 600 entrevistas realizadas entre os dias 27 de outubro e 14 de novembro.
 
Na sequência da situação na Catalunha e do referendo na Escócia, os autores da sondagem perguntaram aos bascos sobre uma possível consulta no País Basco.
 
De acordo com o estudo, uma «maioria crescente» dos bascos (62 por cento), em relação ao mesmo estudo feito em 2013, está a favor de que se possa vir a realizar um referendo sobre a possível independência de Espanha, com 26 por cento contra e 12 por cento que não se pronuncia.
 
A maioria favorável à realização do referendo perderia quase vinte por cento se a Região Autónoma de Navarra fosse excluída do processo.