Um homem foi detido no Arizona por suspeita de, na quarta-feira, ter deixado o filho de três meses dentro do carro para ir a um bar. O bebé acabou por morrer.

Daniel Bryant Cinza, de 31 anos, é acusado de homicídio e maus tratos infantis. A polícia alega que a criança morreu depois de ter sido deixada no carro estacionado debaixo do calor de verão, em Phoenix.

Daniel é ainda acusado de fumar haxixe durante o tempo em que deixou o bebé no carro.

O pai deixou a criança no carro durante uma hora, com temperaturas que ultrapassaram os 37 graus, e foi ao bar desportivo, onde trabalha como gerente de cozinha, para fumar haxixe com um colega de trabalho.