O Podemos lançou uma campanha para celebrar o Dia Internacional da Mulher, nesta terça-feira, que irritou as redes sociais.

Tudo porque as imagens do seu líder, Pablo Iglesias, e do líder parlamentar do partido, Íñigo Errejón, surgem nos cartazes alusivos à luta pelos direitos das mulheres.

No Twitter, a hashtag #UnPaísPorLaIgualdad, lançada na segunda-feira, foi um trending topic grande parte do dia, mas, entre as muitas mensagens de apoio, surgiram várias críticas aos rostos masculinos do partido de esquerda.

Isto apesar de várias mulheres do Podemos terem também sido o rosto da campanha. Como o de Irene Montero, vice-líder parlamentar do Podemos.

Os mais críticos exigiam apenas que num dia dedicado às mulheres os homens ficassem em segundo plano.