O secretário-geral do Podemos espanhol, Pablo Iglesias, acusou esta quarta-feira o PSOE de não ter sido “honesto” com o seu partido e que os socialistas inviabilizaram um Governo de progresso com o acordo com os Ciudadanos.

Hoje é um dia triste. O PSOE acabou com a possibilidade de haver um Governo de progresso e estamos muito dececionados”, afirmou Pablo Iglesias.

O líder do Podemos salientou que o PP volta a entrar em cena graças ao acordo entre Pedro Sánchez e Albert Rivera.

Na sua opinião, o documento é uma “capitulação” do programa eleitoral do PSOE à tese dos Ciudadanos e do seu assessor económico Luis Garciano, o que representa “a continuidade das políticas do PP”, acrescentou.

O líder do Podemos, que garantiu que não está a pensar em eleições, insistiu que vai continuar a ser “consistente” com o seu programa e a trabalhar para que haja um Governo de progresso.