A Coreia do Norte informou esta sexta-feira que deteve um estudante norte-americano, por "tentar destruir a unidade do país". 

Segundo a agência de notícias norte-coreana, citada pela Reuters, Otto Frederick Warmbier foi “apanhado a cometer um ato hostil contra o Estado”, uma ação “manipulada pela administração norte-americana”.

O estudante da Universidade da Virginia, nos Estados Unidos, entrou na Coreia do norte como turista, através de viagens de grupo organizadas por uma agência de turismo chinesa. Gareth Johnson, da Young Pioneer Tours, confirmou à Reuters a detenção do estudante no dia 2 de janeiro, adiantando que “estão em contacto com a família de Otto, o Departamento de Estado norte-americano e a embaixada da Suécia em Pyongyang”, que representa os Estados Unidos na Coreia do Norte.

Com Otto Frederick Warmbier, sobem para três os cidadãos ocidentais detidos no país de Kim Jong-un.
Em 2014, o regime libertou três americanos que estavam detidos no país.