A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, este domingo, que já morreram cerca de 130 profissionais desta área devido ao vírus Ébola, e mais de 225 foram infetados.

Ébola: como agir em caso de suspeita do vírus.

Em comunicado, a entidade internacional divulga os dados e confirma, pela primeira vez, que alguém a trabalhar na sua tutela contraiu o vírus.

Número de vítimas do Ébola está «subestimado».

Trata-se de um especialista senegalês enviado pela OMS para trabalhar na Serra Leoa na contenção do surto de Ébola e que, atualmente, está a ser tratado naquela região, havendo a possibilidade de ser transferido para outro país, se for necessário.

República Democrática do Congo confirma primeiros casos de Ébola.