A Polícia Federal (PF) brasileira cumpriu esta terça-feira um mandado de busca e apreensão em casas do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, em Brasília e no Rio de Janeiro, divulgou a imprensa brasileira.

De acordo com o sítio de notícias G1, estas ações foram batizadas de Catilinárias e fazem parte das investigações da Operação Lava Jato, que já realizou várias detenções de políticos de vários partidos e outras pessoas envolvidas em esquemas de corrupção e branqueamento de capitais.

Pelo menos 12 polícias foram deslocados para a casa de Cunha em Brasília, que fica na Península dos Ministros, onde estão as residências dos ministros de Estado.

De acordo com a mesma fonte, a PF cumpriu ainda um mandado de busca e apreensão em endereços dos dos ministros da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, e do Turismo, Henrique Eduardo Alves (ambos do Partido do Movimento Democrático Brasileiro/PMDB - partido da base de Dilma Rousseff), entre outras pessoas.

Segundo a Polícia Federal brasileira, foram emitidos 53 mandados de busca e apreensão, referentes a sete processos da Lava Jato (esquema de corrupção e branqueamento de capitais que envolve vários políticos).