A Unicef alertou, esta quinta-feira, para o risco de as crianças nepalesas sofrerem “sérios danos emocionais”, após testemunharem o impacto de dois recentes sismos no país, apelando para que se preste o apoio psicológico de que necessitam.

Em nota hoje enviada à Lusa, a agência das Nações Unidas para a Infância refere que, “se não forem tratadas”, as crianças que presenciaram o cenário de destruição, decorrente do abalo no Nepal, poderão sofrer “sérios danos a longo prazo” a nível emocional.

“Não podemos subestimar o impacto psicológico sobre as crianças desses repetidos tremores poderosos”, disse em nota o representante-adjunto da Unicef no Nepal, Rownak Khan, para quem “os sinais de sofrimento emocional - como ansiedade - podem estar escondidos e causar sérios danos a longo prazo se não forem tratadas”.