O Presidente da Bolívia, Evo Morales, propôs, esta quarta-feira, nas Nações Unidas, a criação de um «tribunal dos povos» para julgar o Presidente norte-americano, Barack Obama, por «crimes de lesa-humanidade».

«Já que estamos aqui a debater sobre a vida e a humanidade, quero sugerir-lhes um tribunal dos povos para iniciar um processo contra o Governo de Obama», disse Evo Morales, durante a sua intervenção na sessão plenária da Assembleia-Geral da ONU.

No seu discurso, o Presidente da Bolívia assinalou que, entre outros motivos, ser preciso julgar Obama «pelos bombardeamentos dos Estados Unidos na Líbia», perguntando «de quem é agora o petróleo da Líbia».