Após semanas de luta diplomática, os Estados Unidos da América e a Rússia chegaram a um acordo para uma resolução conjunta do Conselho de Segurança das Nações Unidas tendo em vista o desarmamento químico da Síria.

Samantha Power, embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, disse no Twiter que tinha sido alcançado um acordo com a Rússia que «obrigava legalmente» a Síria a abdicar do ser armamento químico e que a resolução segue esta quinta-feira para o Conselho de Segurança das Nações Unidas.



Também o ministro dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, disse que Moscovo tinha chegado a um acordo com Washington sobre a resolução sobre armas químicas.

Uma reunião dos 15 membros do Conselho está marcada para as 20:00 locais (01:00 de Lisboa) para debater o texto, que enquadra o processo de desarmamento.