“Precisamos de acelerar o desenvolvimento de vacinas e se uma vacina for desenhada para prevenir o VHS-2 também poderá prevenir o HSV-1", afirmou Sami Gottlieb, da OMS.



"Foi um trabalho interessante e que nos deu a prova de que estas vacinas podem ser desenvolvidas. Há muito que fazer e esperamos ter uma vacina contra o vírus no futuro."