O Presidente chinês, Xi Jinping, ordenou uma investigação sobre segurança no trabalho das indústrias depois de uma explosão sexta-feira num oleoduto em Qingdao ter provocado 55 mortos, nove desaparecidos e mais de uma centena de feridos.

O chefe de Estado revelou a investigação na noite de domingo em declarações feitas em Qingdao, cidade portuária da província de Shandong, revelou hoje a agência Xinhua.

«Uma vez mais, este acidente fez soar o alarme que a segurança nas indústrias deve ser garantida urgentemente. De outro modo, irá provocar perdas irreparáveis para o país e para as pessoas», disse.