A Polícia antimotim invadiu esta sexta-feira a sede da Renamo, maior partido da oposição, no bairro da Pontangêa, cidade da Beira, Sofala, centro de Moçambique, para efetuar buscas, disseram à Lusa populares.

«O bairro acordou em susto quando agentes da FIR (Força de Intervenção Rápida) chegaram e entraram na sede da Renamo. Os agentes continuam com as buscas e o edifício está isolado», disse à Lusa por telefone uma residente.

«A polícia está ainda no interior e não se sabe o que buscam. A situação provocou susto a populares pois por detrás do edifício da sede da Renamo há vivendas com civis», descreveu um jornalista local.