Nelson Bunker Hunt, cuja vida o levou de homem mais rico do mundo à falência, morreu esta terça-feira. O magnata do petróleo e aquele que foi possuidor de grande parte do mercado de prata tinha 88 anos. 

Depois de declarar falência, o processo de liquidação demorou sete anos. Hunt teve de vender a casa, a coleção de moedas de milhões de dólares, os campos de petróleo no Iémen, as fazendas de gado na Austrália e uma pista de bowling.

Bunker ficou extraordinariamente rico graças à empresa Hunt International Petroleum, fundada com os irmãos Lamar e William Herbert. O negócio de petróleo teve sucesso na Líbia, mas quando Muammar Gaddafi chegou ao poder e nacionalizou as operações da Hunt Oil Co, a sua sorte começou a mudar. Depois investiu em onças de prata e também isso acabou por correr mal.

No seu auge, Hunt possuía gado, centenas de cavalos de corrida, ranchos, imóveis, empresas de açúcar, bancos, arte valiosa e a cadeia de pizza Shakey, além de vastas propriedades de petróleo da família. Hunt tinha a reputação de comprar muitos desses ativos com base em meros palpites e não em pesquisa.

Bunker, um desistente da faculdade e veterano da Marinha, não era parecido com o estereótipo do magnata do petróleo com chapéu de cowboy – era apenas um homem de óculos, corpulento e que vestia um fato amarrotado barato.

Hunt não fumava nem bebia, e apesar de investir muito nas suas paixões, como cavalos e moedas antigas, Hunt não possuía carros de luxo, nunca voou em primeira classe e era conhecido por utilizar o metro quando trabalhou em Nova Iorque.

Hunt morreu terça-feira passada num centro de vida assistida, em Dallas, após um longo período a tratar o cancro e a sofrer de demência, informou o Dallas Morning News.

Uma vida de palpites e investimentos 

O magnata do petróleo nasceu em El Dorado, no Arkansas, a 22 de fevereiro de 1926. Foi um dos sete filhos da primeira família de HL Hunt, um dos pioneiros do primeiro boom do petróleo no Texas, em 1920.

O pai de Bunker tinha ficado rico no Texas, mas o filho foi para o estrangeiro, deixando a sua marca no negócio do petróleo na década de 1950. Teve pouco sucesso no Paquistão e na Arábia Saudita, mas depois tentou a Líbia, onde acertou em cheio.

Hunt chegou a controlar 8 000 000 hectares, que se estimava ter três vezes o tamanho de East Texas, o local que deu origem ao boom do petróleo no Texas. Nessa altura, Hunt foi considerado o homem mais rico do mundo.

Mas depois apareceu Muammar Gaddafi que, em 1969, derrubou o rei da Líbia e, em 1973, nacionalizou as operações líbias da Hunt Oil Co.

Após as perdas na Líbia, Bunker queria algo mais seguro, principalmente por temer um colapso financeiro mundial, e a solução foi a prata.

Bunker e Herbert, juntamente com o irmão Lamar, começaram lentamente a comprar prata em 1970, quando a onça custava cerca de um euro e meio (1,94 dólares). Após o fiasco da Líbia, continuaram a comprar e, em 1974, alcançaram os direitos de 55 mil milhões de onças.

Hunt estava desapontado por o preço da prata não estar a subir rápido o suficiente e a sua frustração foi agravada quando a bolsa, com medo de os irmãos estarem quase a dominar esse mercado, impuseram limites na aquisição.

Hunt tentou resolver esses dois problemas, trabalhando com os compradores da Arábia Saudita para o preço subir no final de 1979, chegando a 40 euros (50 dólares) por onça em janeiro de 1980. Hunt revelou mais tarde que chegaram a controlar 200 mil milhões de onças de prata, mas como a participação era tão grande não podiam vender, com receio de uma quebra do preço.

A queda dos Hunt deu-se a 27 de março de 1980, mais tarde conhecida como «Silver Thursday». A Reserva Federal levantou drasticamente as taxas de juros para combater a inflação e assistiu-se a uma queda dos preços, os irmãos enfrentaram uma margem que não conseguiram atender e ficaram com uma dívida de mil milhões de dólares.

Essa quinta-feira trouxe estragos para vários mercados e surgiu a preocupação de que a queda dos Hunt iria também derrubar os bancos que os tinham financiado. Mas um resgate bancário, com a propriedade Placid Oil Co como garantia, trouxe-os de volta.

«Mil milhões de dólares já não são o que costumavam ser», afirmou Hunt após as participações de prata caírem.