A reunião na Casa Branca, em Washington, entre o Presidente Barack Obama com dirigentes democratas e republicanos para desbloquear o impasse orçamental nos EUA terminou sem conclusões e com troca de acusações entre as partes.

O presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, o republicano John Boehner, acusou, no final da reunião de uma hora, na quarta-feira à noite (madrugada de quinta-feira em Portugal) os democratas do Presidente Barack Obama de não quererem negociar para acabar com ao encerramento parcial do Governo Federal. «O Presidente reiterou mais uma vez que não vai negociar», afirmou.

Antes, o líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid deixara a reunião acusando os republicanos de não mudarem a sua intenção de usar a crise orçamental para desmantelar a lei dos seguros de saúde. «Estamos bloqueados na Obamacare», disse Reid.