Os Estados Unidos anunciaram na segunda-feira o fim das operações de neutralização dos elementos entregues pelo regime sírio que entram na composição de gás sarin e mostarda, mas avisaram que se manterão atentos ao comportamento de Damasco.

Entretanto, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, saudou a destruição no mar de todos os elementos que entram na composição de armas químicas, fornecidas pela Síria.

Mas, advertiu Obama, os Estados Unidos «assegurar-se-ão de que a Síria levará avante o seu compromisso de destruir o resto das suas instalações, destinadas a produzir armas químicas».