O Governo dos EUA anunciou, esta quarta-feira, que suspendeu o fornecimento de equipamento militar de relevo e a ajuda financeira ao Egito, após a repressão sangrenta à Irmandade Muçulmana.

Washington suspendeu «o fornecimento de alguns sistemas militares de envergadura e a ajuda financeira ao executivo até haver um progresso credível para um governo civil, inclusivo e eleito democraticamente, através de eleições livres e justas», justificou a porta-voz do Departamento, Jen Psaki, em comunicado.

A decisão marca uma rutura dramática com anos de assistência incondicional ao Cairo e vai provocar a suspensão da entrega de itens como helicópteros Apache, aviões de combate F-16 e carros de combate M1A1 Abrams.