O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe visitou, esta quinta-feira, a central nuclear de Fukushima, palco do pior acidente nuclear desde Chernobil devido ao sismo e tsunami que sacudiu o nordeste do Japão a 11 de março de 2011.

Pela segunda vez, Shizo Abe visitou a acidentada central que diariamente derrama 300 toneladas de água contaminada no mar.

O chefe do governo japonês chegou às 10:30 locais (02:30 em Lisboa) ao gabinete que a Tkyo Electric Power (TEPCO), gestora da central, possui nos arredores do local e pouco depois, já protegido com um fato especial seguiu de autocarro até à central.