O Irão criticou esta sexta-feira a decisão dos Estados Unidos de alargar a sua lista negra de entidades suspeitas de desrespeito ao programa de sanções contra Teerão, considerando-a «contrária ao espírito do acordo de Genebra» sobre o nuclear iraniano.

«O gesto americano é contrário ao espírito do acordo de Genebra» no qual as grandes potências se comprometem a não decretarem novas sanções contra o Irão, afirmou o negociador iraniano Abbas Araghchi, citado pela agência Fars.

«Estamos a analisar a situação e reagiremos adequadamente», adiantou, um dia depois da interrupção das negociações técnicas sobre a aplicação do acordo, que decorriam em Viena.