Os EUA e a China estão juntos contra a Coreia do Norte. Washington e Pequim chegaram a um entendimento sobre uma resolução das Nações Unidas contra Pyongyang e não vão aceitar a Coreia do Norte como um estado com armas nucleares.

Em comunicado, a Casa Branca adianta que a conselheira para a Segurança Nacional da Administração dos Estados Unidos, Susan Rice, e o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, reuniram-se e chegaram a um consenso sobre “a importância de uma resposta internacional firme e unida face às provocações da Coreia do Norte”, depois do alegado quarto teste nuclear realizado por Pyongyang, em janeiro, e de um ensaio de mísseis, este mês.

Esta resposta poderá passar por “uma resolução do Conselho de segurança da ONU com um alcance maior do que as resoluções anteriores”.

Pyongyang está já, de resto, sob uma série de sanções internacionais adotadas depois dos seus três testes nucleares precedentes.

VEJA TAMBÉM:

Será a Coreia do Norte capaz de lançar um ataque nuclear?

Qual a diferença entre uma bomba de hidrogénio e a de Hiroshima?